01 novembro 2012

Resenha: Leviatã - A Missão Secreta

A capa que dá toda uma ideia do ambiente steampunk da história *-*

"A Primeira Geurra Mundial está prestes à explodir. As potências europeias já começaram a corrida armamentista. Nesse mundo fantástico, mekanistas têm gigantescas e elaboradas máquinas a seu dispor, e darwinistas contam com bizarros animais.

Aleksander Ferdinand faz parte do lado mekanista da guerra. Deryn Sharp, por sua vez, tem orgulho de ser darwinista. Mas quando o Leviatã, uma enorme baleia-zepelim, pousa próximo de onde Alek está escondido, seus mundos se cruzam. É apenas o início de uma longa e perigosa aventura e de um laço que mudará a vida dos dois para sempre."

Sinopse do Verso do livro



Selo Galera da Record.

Autor: Scott Westerfeld, da série Feios.

Páginas: 365

Primeiro: Fnac, sua linda, se prepare que vou comprar todos os livros da Editora Draco aí! Gente, eu QUERO Space Opera e os dois livros de contos SteamPunk! EU QUERO! *-*

Syba: Controle-se, criatura ¬¬

Tenshi: Okay, okay... Foco, foco xD

Sou suspeita pra falar desse livro. Primeiramente, por ser do Scott, e eu simplesmente sou apaixonada na série Feios (tenho de ler Extras... t.t). Segundo, porque desde Mass Effect 3, Tenshi tem pulado mais para Sci Fi e seus subgêneros (SteamPunk e CyberPunk. Exemplos de SteamPunk? James West, os últimos filmes do Sherlock Holmes e, se me lembro bem, o filme A Volta ao Mundo em 80 dias também entra na categoria, para ilustrar um pouco. Já CyberPunk, acho que AI Inteligência Artificial pode ilustrar um pouco, mas não conheço outros filmes na área (ainda)), ao invés de ficar só na Fantasia e na Distopia.

Segundo, os Darwinistas *-* Gente, eu como futura bióloga e geneticista sei que o "Pai da Genética" é Mendell, e que Darwin foi apenas evolução e tals, mas é impossível alguém como eu não se apaixonar pelas maquinarias que Scott descreveu como criadas! Sério!  *-* E o mapa da Europa que fica na capa ajudou muito, obrigada, a formar a imagem na cabeça. E as ilustrações também *-*

Enfim... A forma como Scott organizou o livro me lembrou um pouco como Martin organiza Crônicas de Gelo e Fogo, na questão dos personagens. Embora somente dois personagens ._.'

Alek é um príncipe, filho do imperador do Império Austro-Húngaro, sem direito à nada, somente pela mãe ser plebeia. O livro começa justamente com seus tutores o tirando de casa após a morte de seus pais, Francisco e Sofia (personagens reais, inclusive ela sendo plebeia, por assim dizer), para levá-lo à um lugar seguro, já que, aparentemente, ele é uma ameaça ao trono, embora não saibamos porque.

Deryn é aquela típica garota que quer ir contra as regras por ter sido criada contra as regras pelo pai. Sério xD Se passando por um garoto para entrar na Aeronáutica britânica, em seu lar, a Leviatã, até mesmo nós nos esquecemos que ela é uma garota às vezes, já que NINGUÉM ali sabe o que ela é e ela sempre tem de agir como garoto. E o amor que ela demonstra pelos "monstrinhos", como ela chama as criações darwinistas, é tão carinhoso que me faz lembrar de mim chamando minha mochila da facul de monstrinho, de tão cheia que ela fica *-*

A narrativa é... É... Não sei dizer o que é. Mas eu pelo menos me sentia ali, vendo toda a ação da fuga de Alek, Klopp e Volger no Ciclope Stormwalker, dirigindo o andador e sentindo o ronco do motor ao nosso redor (eu me senti u.u Sou muito imaginativa e mergulho fácil, talvez por isso quase todo tipo de leitura me agrade ¬_¬') enquanto escapava do andador Hércules à toda. Me sentia escalando as enxárcias da Leviatã, agindo rapidamente para tentar defendê-la dos aeroplanos alemães, ouvindo o som de vida debaixo de seu couro e ao meu redor, vida dos gaviões e dos morcegos, e sentindo todo aquele ecossistema como parte de mim.

A doutora Barlow é... É... Gente, ela é uma dos melhores personagens! Sério! Mesmo ela fazendo a Deryn/Dylan de burro de carga xD E Tazza, seu lindo, eu quero um igual! (momento de luto pelos extintos Tigres-da-Tasmânia)

Gente, talvez eu esteja sonhando DEMAIS e tals por querer ser geneticista, mas parei pra imaginar quando terminei o livro... E se um dia tivermos animais como o Leviatã - aeromonstros e outros? Cabras que produzem seda no leite já temos... Gente, se um dia chegarmos à tal, EU QUERO ter feito algo para chegarmos lá *-*

Recomendo Leviatã. E eu quero a continuação logooooooooo!!!!! T-T

(Tenshi se empenhando para melhorar as Resenhas... Syba tem me puxado E MUITO a orelha u_u')

Syba manda Beijos!