01 novembro 2012

Resenha: Crônicas de Aedyn - Os Escolhidos



A terra de Aedyn é um prato que está além de toda a imaginação. No entanto, quando tudo desaba, estranhos de outro mundo são chamados para lutar pela verdade. Pedro e Julia nunca suspeitaram que a viagem para a casa de seus avós teria algo fora do comum... Isso, porém, foi antes de Julia tropeçar em um jardim misterioso que brilhava em noites sem lua. Não foi, também, por acidente que ela caiu no lago e puxou seu irmão consigo. No entanto, eles agora estavam perdidos em outra dimensão, em um mundo estranho e sem saber em quem confiar. Será que poderiam acreditar nos lordes encapuzados? No monge idoso que só aparecia quando não era esperado? Ou escravos silenciosos com seus tenebrosos segredos?

Autor: Alister McGrath


Sinopse via Wikipedia




Ok, essa resenha vai ser complicada porque eu li metade do livro num período, li mais um quarto depois e só muuuuuuito tempo depois li o último quarto, então, não lembro de tudo direito... E estou com preguiça e com pouco tempo pra reler, então, vai assim mesmo... xD Mas foi hilário como adquiri o livro: zanzando atrás de comida no supermercado num dia qualquer, vi essa joia na sessão de livros à dezessete reais. Adeus, comida xD

Eu, particularmente, lembrei muito de Crônicas de Nárnia, especificamente da primeira à virar filme, A Feiticeira, o Leão e o Guarda-Roupa.

Mas também associei um tanto à O Jardim Secreto, mas só porque a entrada é num jardim xD

O que realmente diferencia de Nárnia é que não existem animais falantes escravizados... Tá, e como tudo começou também...

Mas realmente gostei de como Pedro e Júlia foram construídos e fizeram tudo que fizeram em Aedyn. E Pedro enganando os lordes com os falsos planos de canhões foi um dos pontos altos xD

Achei interessante como o povo de Aedyn chegou à ilha, amei como Pedro e Júlia se apresentaram e amei a lição por detrás de como Aedyn tornou-se no que tinha se tornado.

E eu, como cristã, gostei muito das referências que o autor fez.

Uma leitura deliciosa para passar o tempo, rápida e simples, sem grandes complicações. E, como toda leitura, com lições se você estiver disposto e atento à elas.

Syba Manda Beijos!