05 julho 2012

Resenha: Filme e Livro - Arsène Lupin (Lupan)

(Tenshi ressurgindo das cinzas)

Woooow... Essa coisa chamada faculdade e todo o resto acaba com a gente...

Mas, enfim, let's go!

Vim aqui pra falar sobre um dos personagens mais incrivéis que já conheci!!

Francês, criado por Maurice Leblanc, Arsène Lupin teve origem em contos publicados numa revista. Especialista dos disfarces e da arte de roubar sem ser notado, Arsène é realmente o cara e deixa outros ladrões no chinelo. O melhor também é que, apesar de ladrão, Arsène nunca, jamais, matou.



Antes de falar separadamente do livro e do filme, vou fazer alguns paralelos do que me lembro do livro e do filme: o livro (Arsène Lupin Ladrão de Casaca) tem 9 capítulos. O primeiro capítulo do livro é "A Prisão de Arsène Lupin", e o mostra num navio, roubando jóias. O legal é que, após o prólogo do filme, que o mostra durante a infância, mostra ele roubando jóias habilmente, bem debaixo do nariz de todo mundo *-*. Tem um outro capítulo em que, após avisar a vítima que a roubaria, ainda deixou um bilhete avisando que não sei o que era falso xD E o filme tem algo parecido, pelo que me lembro.

Bem, vamos lá, primeiro ao filme! xD

Arsène Lupin - O Ladrão mais Charmoso do Mundo


Let's go!

Bem diferentemente do livro, o filme tem um tom mais... Hmmm... Místico, em alguns pontos, principalmente em se tratando de uma personagem, Joséphine, também ladra, acusada de bruxaria e com que nosso querido ladrão possui relações intensas ao longo da história. Isso não diminuiu o meu ladrão favorito, mestre dos disfarces *-*

A história do filme é... Oh, My God, é difícil descrever.

Tudo começa na infância de Arsène, na casa onde vive com os pais e a família da prima. Seu pai é um homem "simples", instrutor de luta, mas a mãe vêm dessa família nobre. E então, o pai é acusado de tentar roubar um colar que pertencia à avó dele, se não me engano, e foge. Mais tarde ele volta e pede ao filho para roubar o colar e fala que é sim um ladrão, o mais notório. O prólogo termina com um corpo deformado sendo identificado, pelo anel, como sendo o corpo do pai de Arsène.

E então somos transferidos 20 anos no futuro, e Arsène, crescido, rouba jóias num navio. Sério, ainda não sei se Halt aprendeu a movimentar-se com tanta sutileza com ele ou se foi o inverso. Um dia descubro quem é aprendiz de quem xD.

So... As coisas entornam e a história começa de vez quando Arsène salva Joséphine de ser afogada após uma estranha reunião de alguma espécie de seita em que há a presença de um cardeal e a mulher é acusada de bruxaria.

Joséphine

A partir daí, a história dá reviravoltas e mais reviravoltas, de modo que eu juro que por pouco não fiquei com dor de cabeça tentando acompanhar e descobrir o que cargas d'água estava acontecendo. Adianto que ele e Joséphine unem-se para roubar o tesouro do rei da França, roubando cruzes com localidades numa espécie de mapa para encontrar o local, passando por catedrais e até mesmo o Louvre para tal. E é incrível vê-los agindo "em conjunto" numa festa para roibar jóias. Uma das melhores cenas do filme xD. Outra das melhores é Arsène, vestido de lilás com um óculos ridículo, acompanhando Joséphine no Louvre, também é uma ótima cena. E foi legal também vê-lo usando suas habilidades de disfarce, tão bem descritas no livro.

É difícil falar sobre a história sem dar spoilers. Mas garanto que é boa. Toda a trama envolvendo Arsène, Josephine e Beaumagnan, foi tão bem construída, que fico até mesmo... Oh, céus. O tom de misticismo que o roteirista deu à história deixou meu ladrão favorito melhor ainda *o*.

Assistam! Talvez seja difícil encontrar por ser um filme francês pouco divulgado, mas é muito, muito bom *o*

Oia só o naipe do Arsène *¬*

Arsène Lupin - Ladrão de Casaca


Essa é a minha edição do livro. Não lembro muito da história, visto que o li talvez antes do filme sair, em 2004. Mas é muito legal o tom de "intimidade" com o qual os capítulos, ou melhor, roubos, são contados.

Todos são ótimos, mas os melhores, na minha opinião, são O Colar da Rainha, A Pérola Negra e Herlock Sholmes Chega Muito Tarde.

Como não lembro direito, tudo que posso dizer é: o livro é perfeito, muito bom, e Arsène Lupin terá pra sempre um lugarzinho no meu coração. Ele é, realmente, o melhor!

Leiam e assistam, e são ótimooooooooos!!!!

Beijos de Fadas